.
 

Trabalhe na CAIXA

Trabalhe na CAIXA

Colaborar com o crescimento do país com trabalho e empenho.
Essa é uma das prioridades da CAIXA.

Trabalhar na CAIXA é motivo de orgulho e envolvimento com a Missão de atuar na promoção da cidadania e do desenvolvimento sustentável do país, como instituição financeira, agente de políticas públicas e parceira estratégica do estado brasileiro.

A admissão de empregados na CAIXA acontece para cargos efetivos por meio de concurso público, conforme determina a Constituição Federal do Brasil e o Estatuto da CAIXA. Os concursos são divulgados em editais publicados no Diário Oficial e no site da CAIXA e tem o objetivo de preencher as vagas disponíveis ou formar cadastro de reserva, observando a ordem de classificação e o prazo de validade.

A CAIXA possui um Plano de Cargos e Salários – PCS, documento que contempla a estrutura de cargos efetivos da Empresa. O empregado, após a admissão, passa a ocupar o cargo efetivo, de caráter permanente, para o qual prestou o concurso. O cargo efetivo ocupado pode ser da carreira administrativa ou da carreira profissional.

Carreira administrativa

O cargo efetivo é denominado Técnico Bancário Novo – TBN, com 48 referências (níveis) salariais e remuneração que vai de R$ 2.025,00 a R$ 5.922,00.

Carreira profissional

É composta pelos cargos de Advogado, Arquiteto, Engenheiro e Médico do Trabalho, com 36 referências (níveis) salariais. Para a jornada de 4 horas, exclusiva para o cargo efetivo de médico do trabalho, a remuneração varia de 4.021,00 a R$ 9.463,00; para a jornada de 6 horas de R$ 6.031,00 a R$ 14.194,00 e para a jornada de 8 horas de R$ 8.041,00 a R$ 18.925,00.

A ascensão nos níveis salariais do cargo efetivo ocorre por meio das promoções por antiguidade e merecimento. Além dos cargos efetivos, a CAIXA possui estrutura de funções gratificadas para o exercício de atividades que extrapolam aquelas previstas para o seu cargo efetivo, e o acesso às funções gratificadas ocorre conforme regras definidas pela Empresa, considerando o seu poder para designação e dispensa..

A política de ascensão nas funções gratificadas prevê a realização de processos seletivos internos, de forma a propiciar maior transparência e oportunizar ao quadro funcional o acesso às oportunidades de crescimento profissional.

Na CAIXA existem padrões amplos e sistematizados de reconhecimento e valorização. É o caso das diretrizes para Relacionamento com o Empregado, estabelecidas em política corporativa; do Canal de Relacionamento Interno; do Portal do Empregado; do Código de Ética, cuja ciência e discussão são estimuladas entre as equipes; do Plano de Funções Gratificadas e dos Processos Seletivos Internos, que propiciam clareza e perspectivas para a trajetória profissional; dos Programas Qualidade de Vida, Diversidade e Vida Futura, que demonstram a preocupação da Empresa com os aspectos sociais e humanos, do Plano Saúde CAIXA, além da capacitação promovida por meio da Universidade CAIXA e da avaliação periódica do Clima Organizacional, por meio de pesquisa e incentivo à realização de ações de melhoria constante do ambiente de trabalho a partir dos resultados obtidos. Destacamos, ainda, a Promoção por Mérito, a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), além de outros inúmeros benefícios.